A DCH – Organización Internacional de Directivos de Capital Humano é a maior associação de diretivos de RH em Espanha e o seu principal objetivo é desenvolver toda a área relacionada com a gestão de Pessoas em organizações e associações. Para tal, a DCH facilita a troca de experiências entre os Diretivos de Capital Humano de diferentes países e informa todos os seus membros sobre qualquer iniciativa ou novidade relacionada aos Recursos Humanos.

Através da nossa web www.orgdch.org pode consultar as nossas jornadas, seminários e atividades, mas como membro efetivo terá acesso direto à informação, colaborar com outros Diretivos de Capital Humano, ter sempre à mão um bom assessoramento profissional e aportar também com o seu conhecimento.  Poderá também participar nas nossas reuniões e atividades, ter acesso às notícias atuais sobre recursos humanos e conteúdo técnico de alta qualidade, participar e trocar experiências de trabalho com colegas do setor e até mesmo receber e oferecer ofertas de trabalho relacionados com recursos humanos.

A nossa sede é em Madrid e temos representações através de Delegações ou Embaixadores nos seguintes locais:

E, a partir deste ano, também em Portugal, sendo a REPRESENTANTE DCH PORTUGAL Rita Moreira da Cruz.

Para o desenvolvimento da nossa atividade em Portugal, realizamos uma série de conversações com instituições de renome vinculados à atividade de RH.

Temos a nossa base de trabalho no ISCAP (Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto do Instituto Politécnico do Porto), e concretizamos um acordo com o IIRH (Instituto de Informação de Recursos Humanos, que representa, nomeadamente, a RH Magazine e o portal digital infoRH).  E, assim como em Espanha, DCH em Portugal procura alianças com organizações reconhecidas ligadas à área de RH, tendo por isso, desde já, estabelecido relações institucionais com a organização nacional da área, a APG – Associação Portuguesa de Gestão de Pessoas.

Em Espanha, praticamente, todos os meses decorre um encontro. Aagenda de 2017, por exemplo, foi a seguinte:

  • 24Jan – “Gestión del Talento en España y el Directivo de Capital Humano
  • 1Fev – “Transformar. ¿Qué y para qué?”
  • 16Fev – “Tendencias en RRHH”
  • 25Abr – “Digitalización en la función de Recursos Humanos”
  • 11Mai – “La gestión internacional de RRHH”
  • 1Jun – After Work DCH Madrid “Recibimos el verano de la mejor forma”
  • 27 Jun – Encuentro DCH-IESE “Diálogos entre CEOs y Directores de RRHH”
  • 4Jul – DCH Cataluña “Los procesos de selección y acceso a la función pública”
  • 14Set – “Los Desafíos de la Gestión del Talento Creativo”
  • 26Sep – “I Torneo Solidario de Pádel DCH”
  • 19,20Out – “Encuentros DCH” en Isla de Valdecañas
  • 7Nov – “DCH – FEED Entrega del I Premio a la Digitalización de la Función de RRHH”
  • 21 Nov – “Premio CEO / DCH a la Excelencia en la Dirección de Personas”

A título de exemplo, para que se perceba um pouco melhor de que se trata realmente neste tipo de Encontros:

No Encontro de Janeiro, nas instalações da EAE Business School, em Madrid, decorreu a apresentação dos resultados do primeiro Observatório DCH sobre Gestão de Talento em Espanha, seguido de uma Mesa Redonda com Head Hunters onde se discutiu o perfil profissional do diretivos de Capital Humano.

A apresentação das conclusões sobre o Observatório DCH sobre Gestão de Talento em Espanha, que é um estudo que terá carater anual e tem o objetivo de analisar as tendências do mercado a este nível, de uma forma muito prática, foram apresentados, por exemplo, Qual é a fonte de recrutamento mais utilizada para captar talento júnior? É a web e as redes sociais. Qual é o fator que mais influencia um candidato na hora de escolher uma empresa para enviar uma candidatura? É a marca empregadora! (as pessoas valorizam um bom logo no cv… ), Quais são as redes sociais mais utilizadas pelos empregadores para comunicar a sua marca? É o LinkedIn. E quanto a isso, é obvio, todos nós sabemos, mas que surja o Instagram em 5º lugar, dá que pensar…

No momento seguinte, na Mesa Redonda sobre o perfil profissional do diretivo de Capital Humano estiveram presentes HeadHunters de três empresas de referencia no setor, Russel Reynolds, Leaders Trust e Paragon Partners. Assistimos a uma reflexão sobre a mudança do enfoque, ou seja, uma passagem de um gestor de crises, reestruturações e negociações com sindicatos para um líder em transformação, em que conceitos como Internacionalização, Mobilidade, Digitalização, Potencial crescente, Inovação, Analítico e Numérico, Capacidade de estruturação, Visão estratégica, Capacidade de “ilusionar” e Alinhamento com o negócio e Capacidade de Influencia estão na ordem do dia.

Ficou também uma nota sobre a singularidade da função de diretivo de Capital Humano, “Nos negócios, há custos, receitas e investimentos. Todos são chamados para falar sobre custos, alguns para falar sobre receitas e quando são chamados para falar sobre investimentos… Então é a lua! E, nesse enquadramento, estamos sentados no comitê de direção e o seu grau de influência é ao lado do CFO, que é assim que deveria ser. Saber qual é o contributo de cada colaborador, o que contribui de facto, quais políticas que devem ser implementadas de acordo com a estratégia de negócios … Como você vai impactar o Ebitda da empresa? O que é isso? Quais são as alavancas que movem a demonstração de resultados? Conhecer o mercado, os atores, os competidores … “ganhar peso”. Uma função singular, que não tem nada a ver com os outros, é 80% diferente das demais. Capacidade de influência… e isso depende de cada pessoa (Plácido Fajardo, Leaders Trust).

Este Encontros são essencialmente momentos de partilha, de reflexão, de informação, onde se destaca o networking de grande valor pela presença de diretivos de prestigiantes companhias nacionais e internacionais.

Atualmente, Ángel Javier Vicente, Diretor de Recursos Humanos da Cofares, é o Presidente da DCH- Organización Internacional de Directivos de Capital Humano, sendo Juan Carlos Pérez Espiñosa, Director do Grupo Facthum, Consultora Internacional de RRHH, o Presidente de Honra da Organização.

Existe desta forma uma estrutura organizada com um Concelho de Administração (https://www.orgdch.org/junta-directiva/), um Concelho Consultivo (https://www.orgdch.org/consejo-asesor/) e um Concelho Consultivo Internacional (https://www.orgdch.org/consejo-asesor-internacional/) que conta já com dois membros portugueses, Cristina Martins de Barros, do IIRH e Ricardo Fortes da Costa Managing Director da SDO Consulting, juntando-se assim a outros representantes de grandes meios de comunicação de referência na área de RH em Espanha.

Encontra esta e mais informação na nossa web www.orgdch.org.

Nesta fase de arranque, estamos a criar a nossa base de dados em Portugal, e à medida que vamos criando os nossos próprios membros, também contamos com os mesmos para ajudar no crescimento da própria base de dados, que deverão ser diretivos, ou seja, profissionais que assumam responsabilidade na área de gestão de pessoas, responsáveis de departamento ou áreas funcionais, Formação, R&S, Desenvolvimento, entre outros relacionados. Pretendemos que os trabalhos desenvolvidos em Espanha e nas restantes delegações se estendam também em Portugal com a ambição de criar pelo menos um Encontro anual.

Se é diretivo de Capital Humano em ativo, temos então a honra de o/a convidar para ser membro da nossa Organização!

Aguardamos o seu contacto,

DCH PORTUGAL

  • Rita Moreira da Cruz
  • REPRESENTANTE DCH PORTUGAL

rita.moreiradacruz@orgdch.org

This post is also available: esDCH España