Published On: Dezembro 22nd, 2021Categorias: DCH Alumni, HR AcademyEtiquetas: ,
Finanzas para no financieros DCH Academy

A 19 de Janeiro convidamo-lo a participar no webinar: Finanças para não-financiadores: 4 chaves que o RH deve conhecer, uma actividade exclusiva e gratuita para ex-alunos da DCH na qual teremos a participação de Gúmer Alberola, Sócio-Director da EXCE “Excelencia Estratégica Empresarial” e especialista em finanças.

Um dos maiores erros que muitas organizações cometem é que os CEO’s fazem da área financeira a sua mão direita quando planeiam metas e objectivos, deixando de lado a área dos Recursos Humanos.

Se as organizações se concentrarem apenas no capital económico, orçamentos e balanços, sem ter em conta o capital humano, então a organização corre o risco de que processos importantes como o recrutamento e a retenção dos melhores talentos da empresa sejam afectados. A forma de evitar isto é incluir os gestores de recursos humanos na criação da estratégia e dos objectivos da organização, conseguindo assim englobar as preocupações tanto da área financeira como da área de recursos humanos.

Os gestores financeiros e de RH devem analisar os seus respectivos dados em conjunto para impulsionar os resultados empresariais desejados. Estes devem ser analisados simultaneamente, e não separadamente, a fim de cumprir os objectivos estabelecidos pela empresa.
Para o conseguir, os gestores de RH devem ter conhecimentos ou um passado em aspectos chave da área financeira, tais como:

Conhecimento e capacidade para analisar o contexto macroeconómico e o sistema financeiro em que a empresa opera.
Discernir as diferentes variáveis financeiras externas, tais como inflação, taxas de juro, taxas de câmbio, níveis da dívida pública, mobilidade geográfica, alterações demográficas, rentabilidade da dívida pública, … como são medidas e as suas implicações na tomada de decisões do gestor de RH.
Para dominar os indicadores financeiros internos mais relevantes sobre a saúde financeira da empresa, tais como rentabilidade económica, rentabilidade financeira, EBITDA, …..
E conhecer as implicações dos custos de pessoal (em todas as suas variantes), bem como outros indicadores, tais como outros custos: a sua classificação, margem de contribuição da empresa, produtividade laboral, pontos de equilíbrio…

🗓️ Fecha: 19 de enero
🙋‍♀️ Formato: Online Meeting (ZOOM) (Español)
⏰ Horario: 16:00h – 17:00h CET

Inscrição

Compartilhe esta notícia! Escolha sua plataforma.

Published On: Dezembro 22nd, 2021Categorias: DCH Alumni, HR AcademyEtiquetas: ,
Finanzas para no financieros DCH Academy

A 19 de Janeiro convidamo-lo a participar no webinar: Finanças para não-financiadores: 4 chaves que o RH deve conhecer, uma actividade exclusiva e gratuita para ex-alunos da DCH na qual teremos a participação de Gúmer Alberola, Sócio-Director da EXCE “Excelencia Estratégica Empresarial” e especialista em finanças.

Um dos maiores erros que muitas organizações cometem é que os CEO’s fazem da área financeira a sua mão direita quando planeiam metas e objectivos, deixando de lado a área dos Recursos Humanos.

Se as organizações se concentrarem apenas no capital económico, orçamentos e balanços, sem ter em conta o capital humano, então a organização corre o risco de que processos importantes como o recrutamento e a retenção dos melhores talentos da empresa sejam afectados. A forma de evitar isto é incluir os gestores de recursos humanos na criação da estratégia e dos objectivos da organização, conseguindo assim englobar as preocupações tanto da área financeira como da área de recursos humanos.

Os gestores financeiros e de RH devem analisar os seus respectivos dados em conjunto para impulsionar os resultados empresariais desejados. Estes devem ser analisados simultaneamente, e não separadamente, a fim de cumprir os objectivos estabelecidos pela empresa.
Para o conseguir, os gestores de RH devem ter conhecimentos ou um passado em aspectos chave da área financeira, tais como:

Conhecimento e capacidade para analisar o contexto macroeconómico e o sistema financeiro em que a empresa opera.
Discernir as diferentes variáveis financeiras externas, tais como inflação, taxas de juro, taxas de câmbio, níveis da dívida pública, mobilidade geográfica, alterações demográficas, rentabilidade da dívida pública, … como são medidas e as suas implicações na tomada de decisões do gestor de RH.
Para dominar os indicadores financeiros internos mais relevantes sobre a saúde financeira da empresa, tais como rentabilidade económica, rentabilidade financeira, EBITDA, …..
E conhecer as implicações dos custos de pessoal (em todas as suas variantes), bem como outros indicadores, tais como outros custos: a sua classificação, margem de contribuição da empresa, produtividade laboral, pontos de equilíbrio…

🗓️ Fecha: 19 de enero
🙋‍♀️ Formato: Online Meeting (ZOOM) (Español)
⏰ Horario: 16:00h – 17:00h CET

Inscrição

Compartilhe esta notícia! Escolha sua plataforma.